Reforma do Calçadão provoca revolta nas redes sociais

Derrubada de árvores e omissão de projeto são alguns dos motivos.


 30/10/2017 às 09h:48min
Reforma do Calçadão provoca revolta nas redes sociais

Nos últimos dias, diversas pessoas publicaram nas redes sociais (Facebook e Instagram) fotos e textos expressando suas revoltas com a reforma do Calçadão Dr. Airton Teles em Itabaiana, iniciada na semana passada pela gestão municipal. 

Segundo os itabaianenses revoltados, a reforma não precisava atingir as árvores que ali existiam e que tal ação demonstra um "retrocesso" para a história do município de Itabaiana. O radialista Gilson de Oliveira chegou a entrar em debate com os internautas, chamando-os de "hipócritas". Segundo ele, no seu programa matinal dessa segunda-feira (30), as pessoas revoltadas são "figuras carimbadas" da cidade. 

A página Itabaiana Ecocicloverde fez uma postagem lamentando a derrubada e ressaltou que o necessário é manter as árvores existentes na cidade e plantar novas. A estudante de Engenharia Ambiental e sanitária (UFS), Chey Oliveira, publicou em seu Facebook interrogando se seria necessário a derrubada de árvores e porque a cidade cresce, mas não atende às medidas ambientais. 

A estudante e moradora, Kéka Lima, publicou no seu facebook sua insatisfação e tristeza com o fato. "Enterram a história, os sentimentos e a poesia. É só retrocesso!", desabafou a universitária. A mestranda Erica Lima  compartilhou sua indignação e concluiu de maneira irônica sua insatisfação. "Enquanto o mundo luta por cidades mais arborizadas, a nossa arranca as que tem! Rumo ao progresso do cimento!", conclui. 

Na manhã dessa segunda feira (30), as placas de proteção à reforma amanheceram pichadas com um pedido de consciência: "mais verde". 

O Portal Correio Serrano entrou em contato com a Ascom do município e com a Secretaria de Obras, porém não obteve em mãos o projeto e a secretaria não nos deu retorno. O portal encontra-se disponível para possiveis esclarecimentos e apresentação/publicação do projeto. 

 


Da redação.
Atualizado: 31/10/2017 às 11h:39
.

Relacionadas